01 de outubro de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

01 de outubro de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > OUTUBRO

2ª-feira da 26ª Semana do Tempo Comum
1 de Outubro de 2018
Sta. Teresinha do Menino Jesus, VgDra, memória.
Cor: Branco


1ª Leitura - Jó 1,6-22

O Senhor deu, o Senhor tirou.
Bendito seja o nome do Senhor!

Leitura do Livro de Jó 1,6-22
6 Um dia, foram os filhos de Deus apresentar-se ao Senhor; entre eles também Satanás.
7 O Senhor, então, disse a Satanás: 'Donde vens?' - 'Venho de dar umas voltas pela terra', respondeu ele.
8 O Senhor disse-lhe: 'Reparaste no meu servo Jó? Na terra não há outro igual: é um homem íntegro e correto, teme a Deus e afasta-se do mal'.
9 Satanás respondeu ao Senhor: 'Mas será por nada que Jó teme a Deus?
10 Porventura o não levantaste um muro de proteção ao redor dele, de sua casa e de todos os seus bens? Tu abençoaste tudo o que ele fez, e seus rebanhos cobrem toda a região.
11 Mas, estende a mão e toca em todos os seus bens; e eu garanto que ele te lançará maldições no rosto!'
12 Então o Senhor disse a Satanás: 'Pois bem, de tudo o que ele possui, podes dispor, mas não estendas a mão contra ele'. E Satanás saiu da presença do Senhor.
13 Ora, num dia em que os filhos e filhas de Jó comiam e bebiam vinho na casa do irmão mais velho,
14 um mensageiro veio dizer a Jó: 'Estavam os bois lavrando e as mulas pastando a seu lado,
15 quando, de repente, apareceram os sabeus e roubaram tudo, passando os criados ao fio da espada. Só eu consegui escapar para trazer-te a notícia'.
16 Estava ainda falando, quando chegou outro e disse: 'Caiu do céu o fogo de Deus e matou ovelhas e pastores, reduzindo-os a cinza. Só eu consegui escapar para trazer-te a notícia'.
17 Este ainda falava, quando chegou outro e disse: 'Os caldeus, divididos em três bandos, lançaram-se sobre os camelos e levaram-nos consigo, depois de passarem os criados ao fio da espada. Só eu consegui escapar para trazer-te a notícia'.
18 Este ainda falava, quando chegou outro e disse: 'Teus filhos e tuas filhas estavam comendo e bebendo vinho na casa do irmão mais velho,
19 quando um furacão se levantou das bandas do deserto e se lançou contra os quatro cantos da casa, que desabou sobre os jovens e os matou. Só eu consegui escapar para trazer-te a notícia'.
20 Então, Jó levantou-se, rasgou o manto, rapou a cabeça, caiu por terra e, prostrado, disse:
21 'Nu eu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei para lá. O Senhor deu, o Senhor tirou; como foi do agrado do Senhor, assim foi feito. Bendito seja o nome do Senhor!'
22 Apesar de tudo isso, Jó não cometeu pecado nem se revoltou contra Deus.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 16,1.2-3. 6-7 (R. 6b)

R. Inclinai o vosso ouvido e escutai-me!

Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, *
escutai-me e atendei o meu clamor!
Inclinai o vosso ouvido à minha prece, *
pois não existe falsidade nos meus lábios!R.

De vossa face é que me venha o julgamento, *
pois vossos olhos sabem ver o que é justo.
Provai meu coração durante a noite, +
visitai-o, examinai-o pelo fogo, *
mas em mim não achareis iniqüidade.R.

Eu vos chamo, ó meu Deus, porque me ouvis, *
inclinai o vosso ouvido e escutai-me!
Mostrai-me vosso amor maravilhoso, +
vós que salvais e libertais do inimigo *
quem procura a proteção junto de vós.R.


Evangelho - Lc 9,46-50

Aquele que entre todos vós for o menor, esse é o maior.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 9,46-50

Naquele tempo:
46 Houve entre os discípulos uma discussão, para saber qual deles seria o maior.
47 Jesus sabia o que estavam pensando. Pegou então uma criança, colocou-a junto de si
48 e disse-lhes: 'Quem receber esta criança em meu nome, estará recebendo a mim. E quem me receber, estará recebendo aquele que me enviou. Pois aquele que entre todos vós for o menor, esse é o maior.'
49 João disse a Jesus: 'Mestre, vimos um homem que expulsa demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque não anda conosco.'
50 Jesus disse-lhe: 'Não o proibais, pois quem não está contra vós, está a vosso favor.'
Palavra da Salvação.


REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO


“Inclinai o vosso ouvido e escutai-me”

Lc 9, 46-50

A conversão é um processo lento e árduo. Várias vezes. Jesus explicou aos discípulos qual é a característica de seu messianismo. Ele veio para dar a vida por todos. Está entre nós para servir ao Pai e o povo; não para explorar e ser servido.

Surdos às palavras e cegos as atitudes de Jesus, os apóstolos disputam o primeiro lugar. A presença da criança oferece a Jesus imagem forte de simplicidade, pureza, abertura à partilha e à fraternidade. Esses são os valores do Reino que Jesus está implantando e que seus discípulos precisam assimilar.

Imbuídos dessa espiritualidade, de ser o menor, todos saem ganhando, porque o espirito da disputa não mais existiria. A comunidade dos discípulos de Jesus é servidora de todos. que o nosso coração seja simples como o coração das crianças.

Outro aspecto importante é a tolerância com os de fora do grupo. Não se deve rejeitá-los, mas estabelecer comunhão com eles: “Pois quem não está contra vocês, está a favor de vocês”. Os apóstolos não têm exclusividade sobre a pratica do bem.

Rezemos: Senhor, tira de mim toda a mania de grandeza, dá-me a consciência de minha pequenez e do dever de amar e servir. Santa Terezinha do Menino Jesus, rogai por nós e faça de nós missionários.

Deus abençoe você e sua família.

Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe você nesta nova jornada de Segunda-feira. Um novo mês está começando. Obrigado, Senhor, pelo mês de Setembro, mês da Palavra...e seja bem-vindo o mês das Missões. Um chamado para colocar em prática os ensinamentos de Jesus. Um mês para sairmos do nosso comodismo e levarmos a Boa Nova de Cristo a todas as pessoas. Bom início de Mês, bom missão, bom dia. Um dia cheio de luz e de bençãos de Deus.


Oração da manhã para pedir ajuda
Salmo 5
Escutai, ó Senhor Deus, minhas palavras, *
atendei o meu gemido!
Ficai atento ao clamor da minha prece, *
ó meu Rei e meu Senhor!

É a vós que eu dirijo a minha prece; *
de manhã já me escutais!
Desde cedo eu me preparo para vós, *
e permaneço à vossa espera.

Não sois um Deus a quem agrade a iniquidade, *
não pode o mau morar convosco;
nem os ímpios poderão permanecer *
perante os vossos olhos.

Detestais o que pratica a iniquidade *
e destruís o mentiroso.
Ó Senhor, abominais o sanguinário, *
o perverso e enganador.

Eu, porém, por vossa graça generosa, *
posso entrar em vossa casa.
E, voltado reverente ao vosso templo, *
com respeito vos adoro.

Que me posa conduzir vossa justiça, *
por causa do inimigo!
À minha frente aplainai vosso caminho, *
e guiai meu caminhar!  

Não há, nos lábios do inimigo, lealdade: *
seu coração trama ciladas;
sua garganta é um sepulcro escancarado *
e sua língua é lisonjeira.

Mas exulte de alegria todo aquele *
que em vós se refugia;
sob a vossa proteção se regozijem, *
os que amam vosso nome!

Porque ao justo abençoais com vosso amor, *
e o protegeis como um escudo!

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Com carinho e bênçãos

Frei Rinaldo, osm

PUBLICIDADE
Voltar para o conteúdo