02 de novembro de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

02 de novembro de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > NOVEMBRO

1a Leitura - Fl 1,1-11

Tenho a certeza de que aquele que começou em vós uma
boa obra, há de levá-la à perfeição até ao dia de Cristo Jesus.

Início da Carta de São Paulo aos Filipenses 1,1-11

1 Paulo e Timóteo, servos de Cristo Jesus, a todos os santos em Cristo Jesus que estão em Filipos, com os seus epíscopos e diáconos:
2 graça e paz a vós da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo.
3 Dou graças ao meu Deus, todas as vezes que me lembro de vós.
4 Sempre em todas as minhas orações rezo por vós, com alegria,
5 por causa da vossa comunhão conosco na divulgação do evangelho, desde o primeiro dia até agora.
6 Tenho a certeza de que aquele que começou em vós uma boa obra, há de levá-la à perfeição até ao dia de Cristo Jesus.
7 É justo que eu pense assim a respeito de vós todos, pois a todos trago no coração, porque, tanto na minha prisão como na defesa e confirmação do Evangelho, participais na graça que me foi dada.
8 Deus é testemunha de que tenho saudade de todos vós, com a ternura de Cristo Jesus.
9 E isto eu peço a Deus: que o vosso amor cresça sempre mais, em todo o conhecimento e experiência,
10 para discernirdes o que é o melhor. E assim ficareis puros e sem defeito para o dia de Cristo,
11 cheios do fruto da justiça que nos vem por Jesus Cristo, para a glória e o louvor de Deus.
Palavra do Senhor.

R. Grandiosas são as obras do Senhor!
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

1Eu agradeço a Deus de todo o coração *
junto com todos os seus justos reunidos!
2Que grandiosas são as obras do Senhor, *
elas merecem todo o amor e admiração!
R.

3Que beleza e esplendor são os seus feitos! *
Sua justiça permanece eternamente!
4O Senhor bom e clemente nos deixou *
a lembrança de suas grandes maravilhas.
R.

5Ele dá o alimento aos que o temem *
e jamais esquecerá sua Aliança.
6Ao seu povo manifesta seu poder, *
dando a ele a herança das nações.
R.



Evangelho - Lc 14,1-6

Se algum de vós tem um filho ou um boi que caiu num poço,
não o tira logo, mesmo em dia de sábado?’

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas    14,1-6

1 Aconteceu que, num dia de sábado, Jesus foi comer na casa de um dos chefes dos fariseus. E eles o observavam.
2 Diante de Jesus, havia um hidrópico.
3 Tomando a palavra, Jesus falou aos mestres da Lei e aos fariseus: ‘A Lei permite curar em dia de sábado, ou não?
4 Mas eles ficaram em silêncio. Então Jesus tomou o homem pela mão, curou-o e despediu-o.
5 Depois lhes disse: ‘Se algum de vós tem um filho ou um boi que caiu num poço, não o tira logo, mesmo em dia de sábado?’
6 E eles não foram capazes de responder a isso.
Palavra da Salvação.

REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO


“Senhor meu Deus, a vós elevo a minha alma.”

Mt 25, 31-46

O dia de hoje é um convite a esperança, enquanto aguardamos – “até que o senhor venha” (1 Cor 11,26) – a consumação do mistério redentor em nossas vidas, através de nossa associação ao mistério da vida e da morte de Cristo. O Evangelho lembra e indica a prática do amor fraterno como caminho certo “para a vida eterna”.
Como o nosso coração anseia por ouvir da boca do Senhor, aquilo que acalentamos no coração todos os dias na oração e especialmente na Celebração da Eucaristia: “Venham benditos de meu Pai! Recebam por herança o Reino preparado para vocês desde a criação do mundo”. Vivam no amor e continuarão no Amor Eterno.
Neste dia de finados, celebramos a fé na Ressurreição e a certeza da vida eterna. Vencendo a morte, Jesus nos abre a porta dos céus.
O catecismo da Igreja Católica apresenta o sentido desta celebração: “A Igreja terrestre, desde os tempos primevos da religião cristã, venerou com grande piedade a memória dos defuntos (...). Já que é um pensamento santo e salutar rezar pelos defuntos para que sejam perdoados de seus pecados (2Mc 12, 46), a Igreja também oferece sufrágios em favor deles” (no. 958).
No Prefacio dos Mortos I, lembra: “Nele (Cristo) brilhou para nós a esperança da feliz ressurreição. E aos que a certeza da morte entristece, a promessa da imortalidade consola. Senhor para os que creem em Vós, a vida não é tirada, mas transformada. E desfeito o nosso corpo mortal, nos é dado, nos céus, um corpo imperecível”.

Rezemos: Ó Deus, gloria dos fiéis e vida dos justos, concedei aos nossos irmãos e irmãs que tendo professado o mistério de nossa ressurreição, mereçam alegrar-se na eterna felicidade! Amém!

Que todos os nossos irmãos e irmãs falecidos, descansem em paz!

Rezemos: Ó Deus, gloria dos fiéis e vida dos justos, concedei aos nossos irmãos e irmãs que tendo professado o mistério de nossa ressurreição, mereçam alegrar-se na eterna felicidade! Amém!
Que todos os nossos irmãos e irmãs falecidos, descansem em paz!
Hoje temos missa as 8:00 na Capela Santa Cruz e as 17:10 na Matriz Nossa Senhora das Dores.., venham rezar conosco pelos nossos irmãos falecidos.

Deus abençoe você e sua família.

Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM



Bom dia. Deus abençoe seu novo dia que está começando. Hoje é um dia muito especial. A Igreja, respeitando os preceitos bíblicos, resgatou e perpetuou um dia de oração para todos os nossos entes queridos que nos antecederam e que nós acreditamos, pelo poder da Ressurreição de Cristo, estão juntos de Deus. É um dia que nos inspira saudades, lembranças... algumas delas com um acento de dor e tristeza. É normal, afinal, somos humanos e recordar pessoas que passaram por nossas vidas e deixaram suas marcas..e que já não estão mais...sempre nos causam comoção.Mas tem algo que nos diferencia: somos cristãos! E a fé nos diz que um dia todos estaremos juntos no coração de Deus. Portanto, o dia deve ser de  boas lembranças e de muitas orações. Afinal, os que já partiram antes de nós, estão bem, estão vivos...e melhores que nós, não é mesmo? Que seu dia seja muito abençoado...


Salmo - Sl 23 - É assim a geração dos que procuram o Senhor!

1Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, *
o mundo inteiro com os seres que o povoam;
2porque ele a tornou firme sobre os mares, *
e sobre as águas a mantém inabalável.

3"Quem subirá até o monte do Senhor, *
quem ficará em sua santa habitação?"
4a"Quem tem mãos puras e inocente coração, *
4bquem não dirige sua mente para o crime.

5Sobre este desce a bênção do Senhor *
e a recompensa de seu Deus e Salvador".
6"É assim a geração dos que o procuram, *
e do Deus de Israel buscam a face".

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém!

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm

Evangelho de hoje: https://www.youtube.com/watch?v=zRDQ2dEmtIU
PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
RSS FEED
Voltar para o conteúdo