05 de novembro de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

05 de novembro de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > NOVEMBRO

1a Leitura - Fl 2,1-4

Tornai completa a minha alegria:
aspirai à mesma coisa.

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses 2,1-4

Irmãos:
1 Se existe consolação na vida em Cristo, se existe alento no mútuo amor, se existe comunhão no Espírito, se existe ternura e compaixão,
2 tornai então completa a minha alegria: aspirai à mesma coisa, unidos no mesmo amor; vivei em harmonia, procurando a unidade.
3 Nada façais por competição ou vanglória, mas, com humildade, cada um julgue que o outro é mais importante,
4 e não cuide somente do que é seu, mas também do que é do outro.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 130,1.2.3

R. Guardai-me, ó Senhor, convosco, em vossa paz!

1Senhor, meu coração não é orgulhoso,*
nem se eleva arrogante o meu olhar;
não ando à procura de grandezas,*
nem tenho pretensões ambiciosas!
R.

2Fiz calar e sossegar a minha alma;*
ela está em grande paz dentro de mim,
como a criança bem tranqüila, amamentada*
no regaço acolhedor de sua mãe.
R.

3Confia no Senhor, ó Israel,*
desde agora e por toda a eternidade!
R.



Evangelho - Lc 14,12-14

Não convides teus amigos mas, os pobres e os aleijados.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas  14,12-14

Naquele tempo:
12 E disse também a quem o tinha convidado: ‘Quando tu deres um almoço ou um jantar, não convides teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem teus vizinhos ricos. Pois estes poderiam também convidar-te e isto já seria a tua recompensa.
13 Pelo contrário, quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos.
14 Então tu serás feliz! Porque eles não te podem retribuir. Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos.’
Palavra da Salvação.

REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO


“Guarda-me, em paz, junto a vós, ó Senhor!”

Lc 14, 12-14

Oferecer a quem não pode retribuir. Dar a quem não pode devolver. Partilhar com quem nada possui. Conselhos de Jesus para que o cristão viva em paz no seu coração e com a opção de vida que fez, que inclui um amor preferencial pelos pobres e necessitados.
O que Jesus propõe é o que Ele realiza: acolhe os pobres, cura os enfermos, alimenta a multidão faminta. Convida-nos a aprender de suas atitudes de amor e de serviço. E esperar a “recompensa na ressurreição dos justos”
As recomendações de Jesus nos remetem ao Cântico de Maria que diz: “Deus exaltou os humildes, encheu de bens os famintos e despediu os ricos sem nada” (Lc 1, 52-53).
Essa inversão de valores é uma reflexão sobre a ganância na sociedade de todos os tempos, onde a minoria tem tudo para uma vida extravagante e uma imensa maioria sem o mínimo para lhe dar dignidade.
Essa situação é escandalosa do ponto de vista do Evangelho. É o escândalo que faz sangrar o Evangelho na sua essência. O cristão é chamado a transformar essa situação.

Rezemos: Senhor, é “dando que se recebe”, que eu seja generoso. Que eu jamais espere ser recompensado, a não ser aquela que esta reservada pelo Pai.  

Deus abençoe você e sua família.


Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM



Bom dia. Deus abençoe você nesta nova jornada de Segunda-feira. Que sua semana seja repleta de bençãos e de grandes vitórias. O Senhor vai estar com você em todos os seus atos. Faça o bem, faça o que é certo...faça o que agrada o Senhor...e Ele vai recompensar cada gesto de amor e paz que você realizar. Vamos rezar!
Oração da manhã para pedir ajuda
Salmo 5
Escutai, ó Senhor Deus, minhas palavras, *
atendei o meu gemido!
Ficai atento ao clamor da minha prece, *
ó meu Rei e meu Senhor!

É a vós que eu dirijo a minha prece; *
de manhã já me escutais!
Desde cedo eu me preparo para vós, *
e permaneço à vossa espera.

Não sois um Deus a quem agrade a iniquidade, *
não pode o mau morar convosco;
nem os ímpios poderão permanecer *
perante os vossos olhos.

Detestais o que pratica a iniquidade *
e destruís o mentiroso.
Ó Senhor, abominais o sanguinário, *
o perverso e enganador.

Eu, porém, por vossa graça generosa, *
posso entrar em vossa casa.
E, voltado reverente ao vosso templo, *
com respeito vos adoro.

Que me posa conduzir vossa justiça, *
por causa do inimigo!
À minha frente aplainai vosso caminho, *
e guiai meu caminhar!  

Não há, nos lábios do inimigo, lealdade: *
seu coração trama ciladas;
sua garganta é um sepulcro escancarado *
e sua língua é lisonjeira.

Mas exulte de alegria todo aquele *
que em vós se refugia;
sob a vossa proteção se regozijem, *
os que amam vosso nome!

Porque ao justo abençoais com vosso amor, *
e o protegeis como um escudo!

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.
Com carinho e bênçãos
Frei Rinaldo, osm
Evangelho do dia: https://www.youtube.com/watch?v=DwqBDpwkMb0
PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
RSS FEED
Voltar para o conteúdo