10 de novembro de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

10 de novembro de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > NOVEMBRO

1a Leitura - Fl 4,10-19

Tudo posso naquele que me dá força.

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses 4,10-19

Irmãos:
10 Grande foi minha alegria no Senhor, porque afinal vi florescer vosso afeto por mim. Na verdade estava sempre vivo mas faltava-lhe oportunidade de manifestar-se.
11 Não é por necessidade minha que vos digo, pois aprendi muito bem a contentar-me em qualquer situação.
12 Sei viver na miséria e sei viver na abundância. Eu aprendi o segredo de viver em toda e qualquer situação, estando farto ou passando fome, tendo de sobra ou sofrendo necessidade.
13 Tudo posso naquele que me dá força.
14 No entanto, fizestes bem em compartilhar as minhas dificuldades.
15 Filipenses, bem sabeis que, no início da pregação do evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma igreja, a não ser a vossa, se juntou a mim numa relação de crédito.
16 Já em Tessalônica, mais de uma vez, me enviastes o que eu precisava.
17 Não que eu procure presentes, porém, o que eu busco é o fruto que cresça no vosso crédito.
18 Agora, tenho tudo em abundância. Tenho até de sobra, desde que recebi de Epafrodito o vosso donativo, qual perfume suave, sacrifício aceito e agradável a Deus.
19 O meu Deus proverá esplendidamente com sua riqueza a todas as vossas necessidades, em Cristo Jesus.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 111 (112),1-2. 5-6. 8a.9 (R. 1a)

R. Feliz aquele que respeita o Senhor!
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

1Feliz o homem que respeita o Senhor *
e que ama com carinho a sua lei!
2Sua descendência será forte sobre a terra, *
abençoada a geração dos homens retos!
R.

5Feliz o homem caridoso e prestativo, *
que resolve seus negócios com justiça.
6Porque jamais vacilará o homem reto, *
sua lembrança permanece eternamente!
R.

8Seu coração está tranqüilo e nada teme, *
e confusos há de ver seus inimigos.
9Ele reparte com os pobres os seus bens, +
permanece para sempre o bem que fez, *
e crescerão a sua glória e seu poder.
R.

Evangelho - Lc 16,9-15

Por isso, se vós não sois fiéis no uso do dinheiro injusto,
quem vos confiará o verdadeiro bem?

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas   16,9-15

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
9 Usai o dinheiro injusto para fazer amigos, pois, quando acabar, eles vos receberão nas moradas eternas.
10 Quem é fiel nas pequenas coisas também é fiel nas grandes, e quem é injusto nas pequenas também é injusto nas grandes.
11 Por isso, se vós não sois fiéis no uso do dinheiro injusto, quem vos confiará o verdadeiro bem?
12 E se não sois fiéis no que é dos outros, quem vos dará aquilo que é vosso?
13 Ninguém pode servir a dois senhores. porque ou odiará um e amará o outro, ou se apegará a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.’
14 Os fariseus, que eram amigos do dinheiro, ouviam tudo isso e riam de Jesus.
15 Então, Jesus lhes disse: ‘Vós gostais de parecer justos diante dos homens, mas Deus conhece vossos corações. Com efeito, o que é importante para os homens, é detestável para Deus.’
Palavra da Salvação.


REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO

“Feliz aquele que respeita o Senhor. Aleluia!”

Lc 16, 9-15

O discípulo prima pela fidelidade total ao Reino. Não abre mão de ser fiel nem nas pequenas coisas. Sua vida, portanto, não está dividida entre a fidelidade a Deus e a fidelidade ao dinheiro.                                                      É impossível conciliar as exigências de ambos. Por isso, quem ama a Deus recusa-se a nortear sua vida pelas exigências do dinheiro. Quem ama o dinheiro é porque não aceita ser guiado pela vontade de Deus. Enquanto o amor a Deus exige a partilha dos bens, o amor ao dinheiro leva a concentrá-los. Quem ama a Deus, vê ; no próximo um irmão a quem deve amar e socorrer. Quem ama o dinheiro transforma-o em objeto de exploração e não tem escrúpulos de usá-lo para satisfazer os próprios caprichos.                                                                      O amor a Deus leva, também, a amar a natureza, à qual se busca proteger e preservar. O amor ao dinheiro, quando se visa somente o lucro, considera-a como fonte inesgotável e barata de riqueza e dela usufrui, sem remorso de destrui-la. O amor a Deus leva o discípulo a pautar sua vida pela Lei de Deus. O amor ao dinheiro incentiva o indivíduo a orientar-se pelo próprio egoísmo, transformado na lei suprema de seus atos.
Não existe meio termo, quando o discípulo é colocado diante destas duas opções. Por outro lado, é inútil querer acobertar, com ares de piedade, suas más ações, movidas pelo amor ao dinheiro. Deus conhece o coração das pessoas e sabe em que ele está centrado.
Rezemos: Senhor Jesus, dá-me um coração indiviso, centrado unicamente na vontade do Pai, e que não se deixa contaminar pelo amor ao dinheiro. Não quero ser egoísta e mesquinho.

Deus abençoe você e sua família.

Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM



Bom dia. Deus abençoe você nesse novo dia que está começando. Chegamos a mais um final de semana. Isso é bom demais!!!  Que a Luz do ressuscitado continue iluminando toda a sua vida. Que o Espírito Santo de Deus ilumine todos os seus passos em direção à vitória e das bençãos que Deus tem reservado para você no dia de hoje!!!

CONSAGRANDO O NOSSO DIA
Amado Deus, Pai todo poderoso, abençoe nosso dia que esta raiando, abre as comportas do céu e derrama bençãos sobre nossos lares, familiares e amigos. Que o dia de hoje seja poderosamente abençoado, rico da sua presença, do seu espirito, do seu amor e da sua paz. Que seja próspero e frutifero que reine apenas coisas boas, que nossos caminhos sejam leves, que nossas palavras seja carregadas de carinho e amor ao próximo, que não nos falte forças e fé para enfrentarmos qualquer dificuldade e que ao findar do dia, nosso coração transborde de alegria por ter vencido mais um dia, é o que te pedimos em nome de Jesus Cristo, amém!

REZANDO COM A PALAVRA DE DEUS
Isaías 41, 8-14
Tu és o meu servo, a ti escolhi e nunca te rejeitei.
Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.
Eis que, envergonhados e confundidos serão todos os que se indignaram contra ti; tornar-se-ão em nada, e os que contenderem contigo, perecerão.
Buscá-los-ás, porém não os acharás; os que pelejarem contigo, tornar-se-ão em nada, e como coisa que não é nada, os que guerrearem contigo.
Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo.
Não temas, tu meu amado filho,  eu te ajudo, diz o Senhor, e o teu redentor é o Santo de Israel.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém!

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm

Evangelho do dia: https://www.youtube.com/watch?v=z0ptVci7nCg
PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
RSS FEED
Voltar para o conteúdo