13 de outubro de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

13 de outubro de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > OUTUBRO

Sábado da 27ª Semana do Tempo Comum
13 de Outubro de 2018

Cor: Verde


1ª Leitura - Gl 3,22-29

Vós todos sois filhos de Deus pela fé.

Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas 3,22-29

Irmãos:
22 A Escritura pôs todos e tudo sob o jugo do pecado, a fim de que, pela fé em Jesus Cristo, se cumprisse a promessa em favor dos que crêem.
23 Antes que se inaugurasse o regime da fé, nós éramos guardados, como prisioneiros, sob o jugo da Lei. Éramos guardados para o regime da fé, que estava para ser revelado.
24 Assim, a Lei foi como um pedagogo que nos conduziu até Cristo, para que fôssemos justificados pela fé.
25 Mas, uma vez inaugurado o regime da fé, já não estamos na dependência desse pedagogo.
26 Com efeito, vós todos sois filhos de Deus pela fé em Jesus Cristo.
27 Vós todos que fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo.
28 O que vale não é mais ser judeu nem grego, nem escravo nem livre, nem homem nem mulher, pois todos vós sois um só, em Jesus Cristo.
29 Sendo de Cristo, sois então descendência de Abraão, herdeiros segundo a promessa.
Palavra do Senhor.



Salmo - Sl 104,2-3. 4-5. 6-7 (R. 8a)

R. O Senhor se lembra sempre da Aliança!
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

2Cantai, entoai salmos para ele, *
publicai todas as suas maravilhas!
3Gloriai-vos em seu nome que é santo, *
exulte o coração que busca a Deus!R.

4Procurai o Senhor Deus e seu poder, *
buscai constantemente a sua face!
5Lembrai as maravilhas que ele fez, *
seus prodígios e as palavras de seus lábios!R.

6Descendentes de Abraão, seu servidor, *
e filhos de Jacó, seu escolhido,
7ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, *
vigoram suas leis em toda a terra.R.



Evangelho - Lc 11,27-28

Feliz o ventre que te trouxe.
Muito mais felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,27-28

Naquele tempo:
27 Enquanto Jesus falava, uma mulher levantou a voz no meio da multidão e lhe disse: 'Feliz o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram.'
28 Jesus respondeu: 'Muito mais felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a põem em prática.'
Palavra da Salvação.




REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO


“O Senhor se lembra sempre de sua aliança!”

Lc 11, 27-28

Uma mulher exaltando publicamente a mãe de Jesus, fez-se porta voz do sentimento da multidão. Deveria ser magnifica a criatura que deu à luz um ser tão extraordinário como Jesus. Seus prodígios estavam aí para demonstrar quem ele era!
Entretanto, Jesus a corrigiu: mais digno de louvor é quem se torna discípulo do Reino, ou seja, quem ouve a Palavra de Deus e pauta sua vida por ela.
Evidentemente, a Mãe de Jesus não estava excluída dessa categoria. Ela foi a humilde serva que se colocou toda à disposição do Pai.
Ouvir a Palavra de Deus e colocá-la em prática, assumindo as consequências dessa escolha, isso é o que faz a pessoa tornar-se, de fato, a família de Jesus.  
Ser mãe do Filho de Deus, resultava de sua condição de mulher obediente à vontade do divina. A mãe foi bem-aventurada porque soube se fazer discipula e missionária.

Rezemos: Senhor, que eu saiba escutar e pratica a Palavra de Deus, como Maria, a Mãe de Jesus. Ensina teu povo a rezar, Maria, Mae de Jesus....

Deus abençoe você e sua família.

Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe sua nova jornada. Depois que o Brasil pode homenagear sua Mãe e Padroeira, mais um dia começa. Que este dia seja muito especial e abençoado. Repleto de boas notícias, serenidade e paz.

Salmo 91 (92)
Louvor a Deus Criador
Este salmo canta as maravilhas realizadas em Cristo (S. Atanásio).

2 É bom louvar o Senhor * e cantar salmos ao vosso nome, ó Altíssimo;
3 proclamar pela manhã a vossa bondade * e durante a noite a vossa fidelidade,
4 ao som da harpa e da lira * e com as melodias da cítara.  
5 Vós me alegrastes, Senhor, com as vossas maravilhas, * exulto com a obra das vossas mãos.
6 Como são grandes, Senhor, as vossas obras * e insondáveis os vossos desígnios!
7 O homem insensato não entende estas coisas * e o ignorante não as compreende.
8 Ainda que os ímpios cresçam como a erva e floresçam todos os malfeitores, * estão destinados à perdição eterna.
9 Vós, porém, Senhor, * sois o Altíssimo por todo o sempre.
10 Vossos inimigos, Senhor, * vossos inimigos hão-de perecer, † serão dispersos todos os que praticam o mal.
11 Exaltastes a minha força como a do búfalo, * ungistes-me com óleo puríssimo.
12 Os meus olhos fitam com desdém os meus inimigos * e os meus ouvidos ouvem falar † dos que se insurgem contra mim.
13 O justo florescerá como a palmeira, * crescerá como o cedro do Líbano;
14 plantado na casa do Senhor, * florescerá nos átrios do nosso Deus.
15 Mesmo na velhice dará o seu fruto, * cheio de seiva e de vigor,
16 para proclamar que o Senhor é justo; * n’Ele, que é o meu refúgio, não há iniquidade.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Evangelho de hoje: https://www.youtube.com/watch?v=xiojYjQTGQo&t=0s&list=PLExrB5hkDaH2m3b4ZguB3EWoySmRhDtnh&index=435

PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
RSS FEED
Voltar para o conteúdo