14 de outubro de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

14 de outubro de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > OUTUBRO

28º Domingo do Tempo Comum
14 de Outubro de 2018

Cor: Verde



1ª Leitura - Sb 7,7-11

Em comparação com a Sabedoria
julguei sem valor a riqueza.

Leitura do Livro da Sabedoria 7,7-11

7 Orei, e foi-me dada a prudência; supliquei, e veio a mim o espírito da sabedoria.
8 Preferi a Sabedoria aos cetros e tronos e em comparação com ela, julguei sem valor a riqueza;
9 a ela não igualei nenhuma pedra preciosa, pois, a seu lado, todo o ouro do mundo é um punhado de areia e diante dela, a prata, será como a lama.
10 Amei-a mais que a saúde e a beleza, e quis possuí-la mais que a luz, pois o esplendor que dela irradia não se apaga.
11 Todos os bens me vieram com ela, pois uma riqueza incalculável está em suas mãos.
Palavra do Senhor.



Salmo - Sl 89,12-13.14-15.16-17 (R.Cf. 14)

R. Saciai-nos, ó Senhor, com vosso amor,
e exultaremos de alegria!

12Ensinai-nos a contar os nossos dias,*
e dai ao nosso coração sabedoria!
13Senhor, voltai-vos! Até quando tardareis?
Tende piedade e compaixão de vossos servos!R.

14Saciai-nos de manhã com vosso amor,*
e exultaremos de alegria todo o dia!
15Alegrai-nos pelos dias que sofremos,
pelos anos que passamos na desgraça!R.

16Manifestai a vossa obra a vossos servos,*
e a seus filhos revelai a vossa glória!
17Que a bondade do Senhor e nosso Deus
repouse sobre nós e nos conduza!*
Tornai fecundo, ó Senhor, nosso trabalho.R.



2ª Leitura - Hb 4,12-13

A Palavra de Deus julga os
pensamentos e as intenções do coração.

Leitura da Carta aos Hebreus 4,12-13

12 A Palavra de Deus é viva, eficaz e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes. Penetra até dividir alma e espírito, articulações e medulas. Ela julga os pensamentos e as intenções do coração.
13 E não há criatura que possa ocultar-se diante dela. Tudo está nu e descoberto aos seus olhos, e é a ela que devemos prestar contas.
Palavra do Senhor.



Evangelho - Mc 10,17-30

Vende tudo o que tens e segue-me!

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 10,17-30

Naquele tempo:
17 Quando Jesus saiu a caminhar, veio alguém correndo, ajoelhou-se diante dele, e perguntou: 'Bom Mestre, que devo fazer para ganhar a vida eterna?'
18 Jesus disse: 'Por que me chamas de bom?' Só Deus é bom, e mais ninguém.
19 Tu conheces os mandamentos: não matarás; não cometerás adultério; não roubarás; não levantarás falso testemunho; não prejudicarás ninguém; honra teu pai e tua mãe!'
20 Ele respondeu: 'Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude'.
21 Jesus olhou para ele com amor, e disse: 'Só uma coisa te falta: vai, vende tudo o que tens e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois vem e segue-me!'
22 Mas quando ele ouviu isso, ficou abatido e foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico.
23 Jesus então olhou ao redor e disse aos discípulos: 'Como é difícil para os ricos entrar no Reino de Deus!'
24 Os discípulos se admiravam com estas palavras, mas ele disse de novo: 'Meus filhos, como é difícil entrar no Reino de Deus!
25 É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus!'
26 Eles ficaram muito espantados ao ouvirem isso, e perguntavam uns aos outros: 'Então, quem pode ser salvo?'
27 Jesus olhou para eles e disse: 'Para os homens isso é impossível, mas não para Deus. Para Deus tudo é possível'.
28 Pedro então começou a dizer-lhe: 'Eis que nós deixamos tudo e te seguimos'.
29 Respondeu Jesus: 'Em verdade vos digo, quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, campos, por causa de mim e do Evangelho,
30 receberá cem vezes mais agora, durante esta vida - casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições - e, no mundo futuro, a vida eterna.
Palavra da Salvação.




REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO


“Sacia-nos, ó Senhor, com vosso amor, e exultaremos de alegria!”

Mc 10, 17-30

LIBERTE-SE, AME E SIGA-ME!

“Um rico aproximou-se de Jesus, querendo saber como conquistar a ‘vida eterna’. O Mestre mostrou-lhe o caminho dos mandamentos, que o rico já conhecia.

O próximo passo foi o convite a partilhar a riqueza. Essa proposta não agradou nada, deixou o homem triste e distante de Jesus, que declarou: ‘Como é difícil para os ricos entrar no Reino de Deus’.

Os ricos nem sempre estão dispostos a partilhar com os pobres. Pior ainda, quando não aceitam a promoção dos pobres, não se dispõem a conviver com os pobres, destilando até ódio contra eles.

Jesus diz também que o ‘Reino de Deus é dos pobres’. Ora, se os ricos não estão dispostos a partilhar a vida e conviver com os pobres, como vão querer viver no ‘reino dos pobres’?

A Igreja na América Latina fez sua opção preferencial pelos pobres e o Papa Francisco não se cansa de repetir: ‘Quero uma Igreja pobre, para os pobres’. E continua: ‘Não nos esqueçamos de que a verdadeira caridade dói: não seria válido um despojamento sem essa dimensão penitencial. Desconfio da esmola que não custa e nem dói. A atenção pelos pobres está no evangelho e na tradição da igreja, não é uma invenção do comunismo e não devemos fazer dela uma ideologia’.”

Aprendi de um santo bispo que aquilo que precisamos ouvir está sempre a nossa frente, porque Deus já preparou para nós, por isso compartilhei com vocês essa reflexão tal como se apresenta o texto, na reflexão desse Evangelho Dominical. Mostrando sua atualidade profética.    

A inquietação dessa pessoa que procura Jesus pode ser a inquietação de muitos cristãos. Ela está querendo crescer na espiritualidade ou era vaidade dela?

Jesus olha para essa pessoa com profundo amor. Certamente o Senhor percebeu que lhe faltava alguma coisa que a deixava insegura. Então ele propôs:” Liberte-se de suas riquezas! (um coração livre) Partilhe com os pobres, e depois disso, siga-me”. Isso seria sua fonte de felicidade e o seu tesouro, mas ele preferiu seus bens a Jesus. (seus apegos) Que pena! Não descobriu a alegria do Reino de Deus, não quis ser um Bem-aventurado!

Não Olá, bom dia, bom domingo!

“Sacia-nos, ó Senhor, com vosso amor, e exultaremos de alegria!”

Mc 10, 17-30

LIBERTE-SE, AME E SIGA-ME!

“Um rico aproximou-se de Jesus, querendo saber como conquistar a ‘vida eterna’. O Mestre mostrou-lhe o caminho dos mandamentos, que o rico já conhecia.
O próximo passo foi o convite a partilhar a riqueza. Essa proposta não agradou nada, deixou o homem triste e distante de Jesus, que declarou: ‘Como é difícil para os ricos entrar no Reino de Deus’.
Os ricos nem sempre estão dispostos a partilhar com os pobres. Pior ainda, quando não aceitam a promoção dos pobres, não se dispõem a conviver com os pobres, destilando até ódio contra eles.
Jesus diz também que o ‘Reino de Deus é dos pobres’. Ora, se os ricos não estão dispostos a partilhar a vida e conviver com os pobres, como vão querer viver no ‘reino dos pobres’?
A Igreja na América Latina fez sua opção preferencial pelos pobres e o Papa Francisco não se cansa de repetir: ‘Quero uma Igreja pobre, para os pobres’. E continua: ‘Não nos esqueçamos de que a verdadeira caridade dói: não seria válido um despojamento sem essa dimensão penitencial. Desconfio da esmola que não custa e nem dói. A atenção pelos pobres está no evangelho e na tradição da igreja, não é uma invenção do comunismo e não devemos fazer dela uma ideologia’.”
Aprendi de um santo bispo que aquilo que precisamos ouvir está sempre a nossa frente, porque Deus já preparou para nós, por isso compartilhei com vocês essa reflexão tal como se apresenta o texto, na reflexão desse Evangelho Dominical. Mostrando sua atualidade profética.    
A inquietação dessa pessoa que procura Jesus pode ser a inquietação de muitos cristãos. Ela está querendo crescer na espiritualidade ou era vaidade dela?
Jesus olha para essa pessoa com profundo amor. Certamente o Senhor percebeu que lhe faltava alguma coisa que a deixava insegura. Então ele propôs:” Liberte-se de suas riquezas! (um coração livre) Partilhe com os pobres, e depois disso, siga-me”. Isso seria sua fonte de felicidade e o seu tesouro, mas ele preferiu seus bens a Jesus. (seus apegos) Que pena! Não descobriu a alegria do Reino de Deus, não quis ser um Bem-aventurado!
Não basta só observar os mandamentos, buscando uma santidade sem a disposição do seguimento de Jesus. É preciso colocar-se no caminho com o Senhor. Na estrada da vida Amar e Servir!

Deus abençoe você e sua família.

Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe sua jornada de domingo, dia do Senhor.
Que seja um dia de descanso, de passar com a família, amigos...sem esquecer o do fundamental: alimentar-se espiritualmente. Faça esse esforço. Cristo espera você e sua família. Vá ao encontro dEle agradecer a semana vivida e pedir forças para a semana que começa.

Salmo 89

Saciai-nos, ó Senhor, com vosso amor, e exultaremos de alegria!

Ensinai-nos a contar os nossos dias,/ e dai ao nosso coração sabedoria!/ Senhor, voltai-vos! Até quando tardareis?/ Tende piedade e compaixão de vossos servos!

Saciai-nos de manhã com vosso amor,/ e exultaremos de alegria todo o dia!/ Alegrai-nos pelos dias que sofremos,/ pelos anos que passamos na desgraça!}

Manifestai a vossa obra a vossos servos,/ e a seus filhos revelai a vossa glória!/ Que a bondade do Senhor e nosso Deus/ repouse sobre nós nos conduza!/ Tornai fecundo, ó Senhor, nosso trabalho.


Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Evangelho de domingo: https://www.youtube.com/watch?v=VfoCVOdwKao&t=0s&list=PLExrB5hkDaH2m3b4ZguB3EWoySmRhDtnh&index=436

Frei Rinaldo, osm

PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
RSS FEED
Voltar para o conteúdo