20 de setembro de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

20 de setembro de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > SETEMBRO

5ª-feira da 24ª Semana do Tempo Comum
20 de Setembro de 2018
Ss. André Kim Taegón, Presb., Paulo Chong Hasang e Comps., Mts., memória.
Cor: Vermelho



1ª Leitura - 1Cor 15,1-11

É isso, em resumo, o que eu e eles temos pregado
e é isso o que crestes.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15,1-11

1 Irmãos, quero lembrar-vos o evangelho que vos preguei e que recebestes, e no qual estais firmes.
2 Por ele sois salvos, se o estais guardando tal qual ele vos foi pregado por mim. De outro modo, teríeis abraçado a fé em vão.
3 Com efeito, transmití-vos, em primeiro lugar, aquilo que eu mesmo tinha recebido, a saber: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras;
4 que foi sepultado; que, ao terceiro dia, ressuscitou, segundo as Escrituras;
5 e que apareceu a Cefas e, depois, aos Doze.
6 Mais tarde, apareceu a mais de quinhentos irmãos, de uma vez. Destes, a maioria ainda vive e alguns já morreram.
7 Depois, apareceu a Tiago e, depois, apareceu aos apóstolos todos juntos.
8 Por último, apareceu também a mim, como a um abortivo.
9 Na verdade, eu sou o menor dos apóstolos, nem mereço o nome de apóstolo, porque persegui a Igreja de Deus.
10 É pela graça de Deus que eu sou o que sou. Sua graça para comigo não foi estéril: a prova é que tenho trabalhado mais do que os outros apóstolos - não propriamente eu, mas a graça de Deus comigo.
11 É isso, em resumo, o que eu e eles temos pregado e é isso o que crestes.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 117 (118),1-2. 16ab-17. 28 (R. 1)

R. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

1Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!*
'Eterna é a sua misericórdia!'
2A casa de Israel agora o diga:*
'Eterna é a sua misericórdia!'R.

16aA mão direita do Senhor fez maravilhas,
16ba mão direita do Senhor me levantou,*
a mão direita do Senhor fez maravilhas!'
17Não morrerei, mas ao contrário, viverei*
para cantar as grandes obras do Senhor!R.

28Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! *
Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores!R.


Evangelho - Lc 7,36-50

Os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados
porque ela mostrou muito amor.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 7,36-50

Naquele tempo:
36 Um fariseu convidou Jesus para uma refeição em sua casa. Jesus entrou na casa do fariseu e pôs-se à mesa.
37 Certa mulher, conhecida na cidade como pecadora, soube que Jesus estava à mesa, na casa do fariseu. Ela trouxe um frasco de alabastro com perfume,
38 e, ficando por detrás, chorava aos pés de Jesus; com as lágrimas começou a banhar-lhe os pés, enxugava-os com os cabelos, cobria-os de beijos e os ungia com o perfume.
39 Vendo isso, o fariseu que o havia convidado ficou pensando: 'Se este homem fosse um profeta, saberia que tipo de mulher está tocando nele, pois é uma pecadora.'
40 Jesus disse então ao fariseu: 'Simão, tenho uma coisa para te dizer.' Simão respondeu: 'Fala, mestre!'
41 'Certo credor tinha dois devedores; um lhe devia quinhentas moedas de prata, o outro cinqüenta.
42 Como não tivessem com que pagar, o homem perdoou os dois. Qual deles o amará mais?'
43 Simão respondeu: 'Acho que é aquele ao qual perdoou mais.' Jesus lhe disse: 'Tu julgaste corretamente.'
44 Então Jesus virou-se para a mulher e disse a Simão: 'Estás vendo esta mulher? Quando entrei em tua casa, tu não me ofereceste água para lavar os pés; ela, porém, banhou meus pés com lágrimas e enxugou-os com os cabelos.
45 Tu não me deste o beijo de saudação; ela, porém, desde que entrei, não parou de beijar meus pés.
46 Tu não derramaste óleo na minha cabeça; ela, porém, ungiu meus pés com perfume.
47 Por esta razão, eu te declaro: os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados porque ela mostrou muito amor. Aquele a quem se perdoa pouco mostra pouco amor.'
48 E Jesus disse à mulher: 'Teus pecados estão perdoados.'
49 Então, os convidados começaram a pensar: 'Quem é este que até perdoa pecados?'
50 Mas Jesus disse à mulher: 'Tua fé te salvou. Vai em paz!'
Palavra da Salvação.



REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO


“Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom!”

Lc 7, 36-50

Jesus é um Deus que se deixa tocar por pecadores, mesmo que o pecador fosse uma mulher, o que dentro do contexto da época era uma manifestação proibida. O Evangelista Lucas com esta passagem abre várias considerações.

Jesus aceita comer em companhia de um fariseu, que nem suspeita que algo revolucionário vai acontecer. Entra em cena uma mulher “conhecida na cidade como pecadora”. Um golpe violento para o fariseu, que, por se considerar justo diante de Deus, não digeria a presença dos pecadores e se escandaliza com as atitudes de Jesus.

Jesus serenamente acolhe a mulher e se deixa tocar por ela, que não economiza afagos e lagrimas de amor e gratidão. Jesus sabe da sinceridade do seu gesto e reconhece muito amor naquele coração ferido e sedento de vida nova. Ela sabe agradecer o perdão recebido.

Observa a grandeza do gesto da pecadora e a frieza do acolhimento do fariseu, que não lhe deu as honras de hospede. “Faz a leitura” da maldade aninhada no coração do fariseu.

Então Jesus põe cada coisa no seu devido lugar: realça a atitude amorosa da mulher e corrige o mau juízo ruminado pelo fariseu em seu coração. Justifica aquela que foi pecadora e chama à conversão quem se acha impecável.

Rezemos: Quero abrir a porta do meu coração para acolher Jesus e sua Palavra. Quero transformar meu coração em acolhedor e misericordioso.

Deus abençoe você e sua família.

Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe sua vida nessa nova jornada de Quinta-feira que está começando. Agradeça a Deus o dom da vida, é mais um dia que Deus nos dá para sermos melhores, fazermos o bem e deixar nossa marca de pessoas que querem fazer a diferença. Então faça! Deus estará do seu lado o tempo todo. Ele é Pai e Jesus vai mandar o seu Espírito para iluminar todos os seus passos. Que seja uma quinta alegre, saudável e repleta de boas realizações. Deus abençoe.

CONSAGRANDO O DIA....
Senhor Deus de Bondade, nesta quinta-feira, venho diante de ti para agradecer todo o bem que realizas na minha vida. Muito obrigado pelo ar que respiro, pelo alimento à minha mesa, pelas pessoas que amo. Muito obrigado pela luz que vem do teu Espírito Santo. Eu te peço, Senhor, que sempre ilumine meus passos e meus caminhos com o brilho da tua sabedoria. Dá-me bom senso, lucidez e discernimento para não me entregar a falsas ilusões. Protege a minha família e a todos os que eu amo de qualquer erro ou engano. Mostra-me sempre a beleza da tua verdade e do teu amor, para que eu possa ser instrumento da Sabedoria que vem de ti. Tudo isso eu te peço por Jesus Cristo, teu filho e nosso irmão, na força e na unidade do Espírito Santo, Amém!

REZANDO COM O SALMO
Salmo 1 - É feliz quem a Deus se confia!

Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos; que não entra no caminho dos malvados, nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar.

Eis que ele é semelhante a uma árvore, que à beira da torrente está plantada; ela sempre dá seus frutos a seu tempo, e jamais as suas folhas vão murchar. Eis que tudo o que ele faz vai prosperar.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém!!!

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm


SOBRE A DATA COMEMORATIVA




André Kim Taegon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Presbítero, Mártir e Apóstolo da Coreia
Nascimento 1821 em Coreia
Morte 1846 em Seul, Coreia
Beatificação 1925
Canonização 6 de Maio de 1984 por Papa João Paulo II
Festa litúrgica 20 de setembro
Padroeiro clero coreano

André Kim Taegon (Taegon, 21 de agosto de 1821 — Seul, 16 de setembro de 1846) foi um sacerdote católico coreano, declarado santo pela Igreja Católica.

Nascido numa família nobre coreana, aos quinze anos converteu-se, com seus pais, ao Catolicismo e foi enviado pelos fiéis coreanos para Macau, que era na altura uma colónia portuguesa na China e um centro asiático de partida e formação de missionários e padres. Durante os seus estudos de teologia em Macau, frequentou como fiel a Igreja de Santo António.

Ele era o primeiro sacerdote de etnia coreana e dedicou a sua vida inteira para cristianizar a sua Pátria. Foi decapitado em 1846, aos 25 anos de idade, tornando-se assim no primeiro mártir coreano. A Diocese de Macau o venera na igreja que ele sempre frequentou, a Igreja de Santo António. Todos os anos, um número considerável de turistas coreanos católicos visitam esta igreja para venerar este santo que tanto trabalhou para evangelizar a Coreia.

Ele e mais 102 companheiros católicos, que foram igualmente martirizados na Coreia, foram canonizados por João Paulo II, durante a sua visita à Coreia, no dia 6 de Maio de 1984[
PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
RSS FEED
Voltar para o conteúdo