2019 - ABRIL - 7 - DOMINGO - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"extra Ecclesiam nulla salus"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
PROPÓSITO QUARESMAL
DOMINGO, 7 DE ABRIL DE 2019
"Rezarei a Via Sacra"
ANGELUS - ESPAÑOL
ÂNGELUS - PORTUGUÊS
ÂNGELUS - 07/04/19
Liturgia Diária
5º Domingo da Quaresma
7 de Abril de 2019
Cor: Roxo


Primeira Leitura (Is 43,16-21)

Leitura do Livro do Profeta Isaías:

16 Isto diz o Senhor, que abriu uma passagem no mar e um caminho entre águas impetuosas;
17 que pôs a perder carros e cavalos, tropas e homens corajosos; pois estão todos mortos e não ressuscitarão, foram abafados como mecha de pano e apagaram-se:
18 “Não relembreis coisas passadas, não olheis para fatos antigos.
19 Eis que eu farei coisas novas, e que já estão surgindo: acaso não as conheceis? Pois abrirei uma estrada no deserto e farei correr rios na terra seca.
20 Hão de glorificar-me os animais selvagens, os dragões e os avestruzes, porque fiz brotar água no deserto e rios na terra seca para dar de beber a meu povo, a meus escolhidos. 21Este povo, eu o criei para mim e ele cantará meus louvores”.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.



Responsório (Sl 125)

— Maravilhas fez conosco o Senhor, exultemos de alegria!
— Maravilhas fez conosco o Senhor, exultemos de alegria!

— Quando o Senhor reconduziu nossos cativos,/ parecíamos sonhar;/ encheu-se de sorriso nossa boca,/ nossos lábios, de canções.

— Entre os gentios se dizia: “Maravilhas/ fez com eles o Senhor!”/ Sim, maravilhas fez conosco o Senhor,/ exultemos de alegria!

— Mudai a nossa sorte, ó Senhor,/ como torrentes, no deserto./ Os que lançam as sementes entre lágrimas/ ceifarão com alegria.

— Chorando de tristeza sairão,/ espalhando suas sementes;/ cantando de alegria voltarão,/ carregando os seus feixes!



Segunda Leitura (Fl 3,8-14)

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses:

Irmãos:
8 Na verdade, considero tudo como perda diante da vantagem suprema que consiste em conhecer a Cristo Jesus, meu Senhor. Por causa dele eu perdi tudo. Considero tudo como lixo, para ganhar Cristo e ser encontrado unido a ele,
9 não com minha justiça provindo da Lei, mas com a justiça por meio da fé em Cristo, a justiça que vem de Deus, na base da fé.
10 Esta consiste em conhecer a Cristo, experimentar a força de sua ressurreição, ficar em comunhão com os seus sofrimentos, tornando-me semelhante a ele na sua morte,
11 para ver se alcanço a ressurreição dentre os mortos.
12 Não que já tenha recebido tudo isso ou que já seja perfeito. Mas corro para alcançá-lo, visto que já fui alcançado por Cristo Jesus.
13 Irmãos, eu não julgo já tê-lo alcançado. Uma coisa, porém, eu faço: esquecendo o que fica para trás, eu me lanço para o que está na frente.
14 Corro direto para a meta, rumo ao prêmio, que, do alto, Deus me chama a receber em Cristo Jesus.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Anúncio do Evangelho (Jo 8,1-11)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo,
1 Jesus foi para o monte das Oliveiras.
2 De madrugada, voltou de novo ao Templo. Todo o povo se reuniu em volta dele. Sentando-se, começou a ensiná-los.
3 Entretanto, os mestres da Lei e os fariseus trouxeram uma mulher surpreendida em adultério. Colocando-a no meio deles,
4 disseram a Jesus: “Mestre, esta mulher foi surpreendida em flagrante adultério.
5 Moisés, na Lei, mandou apedrejar tais mulheres. Que dizes tu?”
6 Perguntavam isso para experimentar Jesus e para terem motivo de o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, começou a escrever com o dedo no chão.
7 Como persistissem em interrogá-lo, Jesus ergueu-se e disse: “Quem dentre vós não tiver pecado, seja o primeiro a atirar-lhe uma pedra”.
8 E, tornando a inclinar-se, continuou a escrever no chão.
9 E eles, ouvindo o que Jesus falou, foram saindo um a um, a começar pelos mais velhos; e Jesus ficou sozinho, com a mulher que estava lá, no meio do povo.
10 Então Jesus se levantou e disse: “Mulher, onde estão eles?” Ninguém te condenou?”
11 Ela respondeu: “Ninguém, Senhor”. Então Jesus lhe disse: “Eu também não te condeno. Podes ir, e de agora em diante não peques mais”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.



Falso matrimônio
Reflexão: Pe. Eduardo Dougherty, SJ
Reflexão: Pe. Heitor de Menezes, cfm

REFLEXÃO - MARIA NAZARÉ LINS BARBOSA


33º dia

“Ó meu Deus, sois o rochedo que me abriga, minha força e poderosa salvação” (Sl 17).

Senhor: me empenho em obter saúde, beleza, dinheiro, conhecimento. São bens que anseio, e prometem “empoderamento”. Porém, Senhor, sinto em mim tantas fragilidades. Tantas conquistas instáveis. Tanto receio de ficar à margem.

Como, Senhor, ser forte de verdade? Ouço São Paulo: “de mim mesmo não me gloriarei, a não ser das minhas fraquezas. Pois, ainda que me quisesse gloriar, não seria insensato, porque diria a verdade. Mas abstenho-me” (II Cor 12).

São Paulo tinha consciência de seus méritos e de seus dons. E também sentia em si fraquezas e limitações. Que grande é o poder da humildade, essa virtude que nos dá o conhecimento da nossa verdade. Sim, temos méritos e qualidades, mas tudo por graça de Deus! E temos as nossas bobagens, preguiças, invejas, apegos, debilidades, que nos previnem contra o orgulho e a vaidade. “É na fraqueza que se revela totalmente a minha força. Porque quando me sinto fraco, então é que sou forte” (II Cor 12).

Oração: “Eu vos amo, ó Senhor! Sois minha força, minha rocha, meu refúgio e salva- dor! Sois meu escudo e proteção: em vós espero! Invocarei o meu Senhor: a ele a glória!” (Sl 17).



REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO - CAMPINAS


“Maravilhas fez conosco o Senhor, exultemos de alegria!”
Jo 8, 1-11

Neste episódio narrado por João em seu Evangelho, é o encontro da graça com o pecado, da misericórdia com a fraqueza humana. Jesus detesta o pecado, mas ama o pecador. E aqui podemos lembrar a linha de proceder dos santos: exigentes consigo, mas misericordiosos com os outros.

Escribas e fariseus desafiam Jesus a se posicionar diante de uma mulher “pega em adultério”. O Mestre, em vez de responder à pergunta dos adversários, propõe-lhes um caminho alternativo: quem não tiver pecado pode apedrejá-la. Ninguém atirou nenhuma pedra, pois, a mulher não era a única pecadora.

Os adversários de Jesus, foram tão espertos em descobrir e apontar o pecado alheio, mas não foram tão espertos para esconder os seus próprios pecados. Ele revela o pecado de todos, o da mulher e dos acusadores.

Mostra que quanto mais velhos mais atolados estão no pecado. A idade não os levou a amadurecer nas virtudes. Pelo contrário cresceram na malicia e na maldade. Faltou a condição essencial para ajudar a mulher: um coração misericordioso. Onde há misericórdia não há julgamento e sim acolhimento humano e fraterno.

Enquanto se fica olhando para os outros, para este ou aquele grupo e não se olha para dentro de si com sinceridade, a violência, o sofrimento e a intolerância continuam crescendo entre nós e tantas vezes ceifando vidas.

Jesus não veio para julgar e condenar, mas para resgatar a dignidade da pessoa. Ao proteger a mulher, ele provoca as pessoas a se posicionar: a favor ou contra ele. A favor da intolerância injusta, ou a favor do amor misericordioso, que cura e perdoa. A adultera saiu justificada. Os acusadores abandonam o lugar envergonhados; sentiram a culpa, mas não o perdão.

Não podemos ser indiferentes. Vamos aprender a amar e respeitar nossos irmãos. É preciso amadurecer no amor e não crescer na maldade. Vamos vencer o pessimismo e viver a confiança no amor divino que sempre nos acolhe e perdoa.

Rezemos: Senhor, ajuda a eliminar o ódio do meu coração. Quero aprender a perdoar!

Deus abençoe você e sua família.

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia! Deus abençoe seu novo dia! Chegou o domingo, dia do Senhor! Dia do merecido descanso e de repor energias tanto físicas como espirituais! Na liturgia
o Evangelho diz-nos que, na perspectiva de Deus, não são o castigo e a intolerância que resolvem o problema do mal e do pecado; só o amor e a misericórdia geram ativamente vida e fazem nascer o homem novo. É esta lógica – a lógica de Deus – que somos convidados a assumir na nossa relação com os irmãos.

“Sim, grandes coisas fez por nós o Senhor, estamos exultantes de alegria”. (Sl 125)

Com carinho e bênçãos
Frei Rinaldo, osm







São João Batista de La Salle
ORAÇÃO

Ó Pai, pela vossa misericórdia, São João Batista de la Salle anunciou as insondáveis riquezas de Cristo. Concedei-nos, por sua intercessão, crescer no vosso conhecimento e viver na vossa presença segundo o Evangelho, frutificando em boas obras. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.







FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

PUBLICIDADE
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo