2019 - ABRIL - 10 - QUARTA-FEIRA - Liturgia Católica Apostólica Romana

- AD MAIOREM DEI GLORIAM -
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
PROPÓSITO QUARESMAL
QUARTA-FEIRA, 10 DE ABRIL DE 2019
"Farei a meditação do Evangelho de hoje"
NOTICIAS DEL VATICANO
NOTÍCIAS DO VATICANO - PORTUGUÊS
Liturgia Diária
4ª-feira da 5ª Semana da Quaresma
10 de Abril de 2019
Cor: Roxo


Primeira Leitura (Dn 3,14-20.24.49a.91-92.95)

Leitura da Profecia de Daniel.

Naqueles dias,
14 o rei Nabucodonosor tomou a palavra e disse: “É verdade, Sidrac, Misac e Abdênago, que não prestais culto a meus deuses e não adorais a estátua de ouro que mandei erguer?
15 E agora, quando ouvirdes tocar trombeta, flauta, cítara, harpa, saltério e gaitas, e toda espécie de instrumentos, estais prontos a prostrar-vos e adorar a estátua que mandei fazer? Mas, se não fizerdes adoração, no mesmo instante sereis atirados na fornalha de fogo ardente; e qual é o deus que poderá libertar-vos de minhas mãos?”
16 Sidrac, Misac e Abdênago responderam ao rei Nabucodonosor: “Não há necessidade de te respondermos sobre isto:
17 se o nosso Deus, a quem rendemos culto, pode livrar-nos da fornalha de fogo ardente, ele também poderá libertar-nos de tuas mãos, ó rei.
18 Mas, se ele não quiser libertar-nos, fica sabendo, ó rei, que não prestaremos culto a teus deuses e tampouco adoraremos a estátua de ouro que mandaste fazer”.
19 A estas palavras, Nabucodonosor encheu-se de cólera contra Sidrac, Misac e Abdênago, a ponto de se alterar a expressão do rosto; deu ordem para acender a fornalha com sete vezes mais fogo que de costume;
20 e encarregou os soldados mais fortes do exército para amarrarem Sidrac, Misac e Abdênago e os lançarem na fornalha de fogo ardente.
24 Os três jovens andavam de cá para lá no meio das chamas, entoando hinos a Deus e bendizendo ao Senhor.
49a Mas o anjo do Senhor tinha descido simultaneamente na fornalha para junto de Azarias e seus companheiros.
91 O rei Nabucodonosor, tomado de pasmo, levantou-se apressadamente, e perguntou a seus ministros: “Porventura, não lançamos três homens bem amarrados no meio do fogo?” Responderam ao rei: “É verdade, ó rei”.
92 Disse este: “Mas eu estou vendo quatro homens andando livremente no meio do fogo, sem sofrerem nenhum mal, e o aspecto do quarto homem é semelhante ao de um filho de Deus”.
95 Exclamou Nabucodonosor: “Bendito seja o Deus de Sidrac, Misac e Abdênago, que enviou seu anjo e libertou seus servos, que puseram nele sua confiança e transgrediram o decreto do rei, preferindo entregar suas vidas a servir e adorar qualquer outro Deus que não fosse o seu Deus.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Dn 3,52-56)

— A vós louvor, honra e glória eternamente!
— A vós louvor, honra e glória eternamente!

— Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais. A vós louvor, honra e glória eternamente! Sede bendito, nome santo e glorioso. A vós louvor, honra e glória eternamente!

— No templo santo onde refulge a vossa glória. A vós louvor, honra e glória eternamente! E em vosso trono de poder vitorioso. A vós louvor, honra e glória eternamente!

— Sede bendito, que sondais as profundezas. A vós louvor, honra e glória eternamente! E superior aos querubins vos assentais. A vós louvor, honra e glória eternamente!

— Sede bendito no celeste firmamento. A vós louvor, honra e glória eternamente! Obras do Senhor, glorificai-o. A ele louvor, honra e glória eternamente!



Evangelho (Jo 8,31-42)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo,
31 Jesus disse aos judeus que nele tinham acreditado: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos,
32 e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.
33 Responderam eles: “Somos descendentes de Abraão, e nunca fomos escravos de ninguém. Como podes dizer: ‘Vós vos tornareis livres’?”
34 Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo, todo aquele que comete pecado é escravo do pecado.
35 O escravo não permanece para sempre numa família, mas o filho permanece nela para sempre.
36 Se, pois, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres.
37 Bem sei que sois descendentes de Abraão; no entanto, procurais matar-me, porque a minha palavra não é acolhida por vós.
38 Eu falo o que vi junto do Pai; e vós fazeis o que ouvistes do vosso pai”.
39 Eles responderam então: “Nosso pai é Abraão”. Disse-lhes Jesus: “Se sois filhos de Abraão, praticai as obras de Abraão!
40 Mas agora, vós procurais matar-me, a mim, que vos falei a verdade que ouvi de Deus. Isto, Abraão não o fez.
41 Vós fazeis as obras do vosso pai”. Disseram-lhe, então: “Nós não nascemos do adultério, temos um só pai: Deus”.
42 Respondeu-lhes Jesus: “Se Deus fosse vosso Pai, certamente me amaríeis, porque de Deus é que eu saí, e vim. Não vim por mim mesmo, mas foi ele que me enviou”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.



Eu sou a verdade
HOMILIA DA MISSA
VERITATIS SPLENDOR
Viver na verdade
Em que consiste a veracidade?
Em que consiste a veracidade?
Nada podemos contra a verdade
Nada podemos contra a verdade

REFLEXÃO - MARIA NAZARÉ LINS BARBOSA


36º dia

“Sois meu apoio desde antes que eu nascesse, desde o seio maternal, o meu amparo” (Sl 70).

Senhor, que lindo considerar que o teu amor por mim é eterno! “Antes de formar-te no seio de tua mãe, eu já te conhecia, antes de saíres do ventre, eu te consagrei” (Jr 1,5). “Foste tu que criaste minhas entranhas e me teceste no seio de minha mãe, tu me conheces por inteiro. Não te eram ocultos os meus ossos quando eu estava sendo formado em segredo” (Sl 138,13).

Quero orar com as palavras de São Paulo: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com toda bênção espiritual nos céus, em Cristo. Nele, Deus nos escolheu, antes da criação do mundo, para sermos santos e íntegros diante dele, no amor. Nele, e por seu sangue, obtemos a redenção e recebemos o perdão de nossas faltas, segundo a riqueza da graça, que Deus derramou profusamente em nós. (Ef 1,3 s).

Neste momento quero agradecer e louvar ao Senhor por todas as graças já obtidas na minha vida, também as que eu nem me de conta ou ignoro (agradecer).

Oração: Deus eterno e todo poderoso, sei que me queres feliz aqui na terra e ainda mais feliz no céu. Sei que a felicidade está a meu alcance. Com a tua graça quero descobrir no dia de hoje a atitude pequena e concreta que será um gesto de serviço, de amor, que encherá meu coração de alegria. E dai-me celebrar de tal modo os mistérios da Paixão do Senhor, que possa alcançar vosso perdão. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.




REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO - CAMPINAS


“A vós louvor, honra e glória eternamente!”
Jo 8, 31-42

No Evangelho de João, apresenta Jesus que continuamente está tratando do tema da “verdade”. Ele se declara ser a “Verdade” e que só ela pode nos tornar livres.

No tempo de Jesus, uma tendência forte da religião insistia na prática da Lei como caminho seguro de fazer a vontade de Deus. Certos grupos descambaram no legalismo. Bastava se submeter aos preceitos da Lei para estar em dia com Deus. Para Jesus, este era um caminho de mentira! Era um legalismo superficial que não agrada ao Pai.

O caminho apresentado por Jesus consistia no amor mútuo e no perdão. Este sim, é o caminho que conduz ao Pai, que nos liberta do egoísmo.

Jesus procurou viver radicalmente o amor e o perdão. Quem quiser conhecer a verdade deverá recorrer a Ele e não no caminho falso apresentado pelas lideranças mentirosas.

Os adversários de Jesus, afirmam que são filhos de Abraão. Jesus contesta essa afirmação: se fossem filhos de Abraão fariam as obras de Abraão e não perseguiriam a Jesus, e nem desejariam mata-Lo que é o fiel descendente de Abraão.
Por fim, os adversários argumentam que o pai deles é Deus. Jesus mostra que são contraditórios/mentirosos: como podem ser filhos de Deus, se rejeitam aquele que o Pai enviou ao mundo para libertar e salvar.

Rezemos: Senhor, ilumina a minha mente para que eu possa conhecer e praticar a verdade, vivendo o amor e o perdão.

Deus abençoe você e sua família.

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe sua vida e a vida de todas aquelas pessoas que são especiais para você a começar por sua família e amigos. Que esta Quarta-feira o Senhor possa conduzir todos os seus passos! Que a sua Luz brilhe sobre o seu rosto iluminando todos os seus caminhos. E de sua parte você possa ser mais gentil, misericordioso, pacífico, sereno, acolhedor e amoroso! Louve a Deus pela vida e por esta criação maravilhosa e abençoada que ele nos dá mais uma vez! Uma ótima e feliz Quarta-feira.


Louvai o Senhor Deus, porque ele é bom,  cantai ao nosso Deus, porque é suave: Ele é digno de louvor, Ele o merece! (Salmo 146)

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm







SANTA MADALENA DE CANOSSA
ORAÇÃO
Deus de amor e de bondade, que criastes o ser humano para a felicidade, ajudai-nos, pela intercessão de Santa Madalena de Canossa, a descobrir que a nossa alegria só e completa quando repartimos nosso tempo e nossos bens com aqueles os mais pobres. Por Cristo Nosso Senhor. Amém!







FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

PUBLICIDADE
- Totus Tuus -
Voltar para o conteúdo