2019 - FEVEREIRO - 07 - Liturgia Católica Apostólica Romana

- AD MAIOREM DEI GLORIAM -
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

São Ricardo
(Padroeiro da Família)

São Ricardo, vós que soubestes com tanto a amor e responsabilidade encaminhar vossos filhos pela senda da virtude da santidade com vossas palavras, ensinamentos, exemplos de vida, intercedei junto a Deus para que as crianças e jovens de hoje possam obter, por vossa graça, pais com esse mesmo amor pelas almas de seus filhos, pois a única e maior herança que podemos dar a eles é o caminho que os conduza aos Céus.
Por Cristo Nosso Senhor. Amém!

5ª-FEIRA DA 4ª SEMANA – TEMPO COMUM


Vós vos aproximastes do monte Sião
e da cidade do Deus vivo.

Leitura da Carta aos Hebreus 12,18-19.21-24

Irmãos:
18Vós não vos aproximastes de uma realidade palpável:
‘fogo ardente e escuridão, trevas e tempestade,
19som da trombeta e voz poderosa’,
que os ouvintes suplicaram não continuasse,
21Eles ficaram tão espantados com esse espetáculo,
que Moisés disse:
‘Estou apavorado e com medo’.
22Mas vós vos aproximastes do monte Sião
e da cidade do Deus vivo, a Jerusalém celeste;
da reunião festiva de milhões de anjos;
23da assembléia dos primogênitos,
cujos nomes estão escritos nos céus;
de Deus, o Juiz de todos;
dos espíritos dos justos, que chegaram à perfeição;
24de Jesus, mediador da nova aliança,
e da aspersão do sangue mais eloqüente que o de Abel.
Palavra do Senhor


R. Recordamos, ó Senhor, vossa bondade
em meio ao vosso templo.

2Grande é o Senhor e muito digno de louvores *
na cidade onde ele mora;
3aseu Monte santo, esta colina encantadora *
é a alegria do universo.
R.

3bMonte Sião, no extremo norte situado, *
és a mansão do grande Rei!
4Deus revelou-se em suas fortes cidadelas *
um refúgio poderoso.
R.

9Como ouvimos dos antigos, contemplamos: *
Deus habita esta cidade,
a cidade do Senhor onipotente, *
que ele a guarde eternamente!
R.

10Recordamos, Senhor Deus, vossa bondade *
em meio ao vosso templo;
11com vosso nome vai também vosso louvor *
aos confins de toda a terra.
R.


Começou a enviá-los.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 6,7-13

Naquele tempo:
7Jesus chamou os doze,
e começou a enviá-los dois a dois,
dando-lhes poder sobre os espíritos impuros.
8Recomendou-lhes que não levassem nada para o caminho,
a não ser um cajado;
nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura.
9Mandou que andassem de sandálias
e que não levassem duas túnicas.
10E Jesus disse ainda:
‘Quando entrardes numa casa,
ficai ali até vossa partida.
11Se em algum lugar não vos receberem,
nem quiserem vos escutar, quando sairdes,
sacudi a poeira dos pés, como testemunho contra eles!’
12Então os doze partiram
e pregaram que todos se convertessem.
13Expulsavam muitos demônios
e curavam numerosos doentes, ungindo-os com óleo.
Palavra da Salvação.


REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO - CAMPINAS


“Recordamos, ó Senhor, vossa bondade em meio ao vosso templo.”
Mc 6, 7-13

O Senhor “chamou os doze e os enviou dois a dois”, em missão. Ao longo do tempo Ele continua chamando e enviando para anunciar o Reino com simplicidade, proclamando a conversão, a paz, e curando feridas. O envio dois a dois, ressalta o compromisso comunitário.

Embora haja o perigo da discórdia entre os discípulos, a ação compartilhada é recomendada. Haverá sempre a possibilidade de se apoiarem mutuamente e se corrigirem. Um poderá vir em socorro do outro nos momentos de dificuldades. Em diálogo, poderão discernir o rumo a ser dado ao trabalho e tomar decisões mais acertadas.

A missão partilhada, evitará a tentação do protagonismo isolado, a ponto do servidor do Reino, querer chamar atenção sobre si. Muitos acabam caindo nessa armadilha e neutralizam o poder evangelizador da ação missionária. Já não são missionários do Reino, mas de si mesmos! Longe de serem servidores dos irmãos, buscam a promoção e trabalham pelos interesses pessoais.

O servidor do Reino tem exigências para as quais o discípulo deve estar atento: Jesus insiste para que não carreguem bagagens inúteis, mas caminhem livres e leves; precisam confiar na providência divina e na solidariedade humana, descartando a pretensão humana de superioridade; devem aceitar a hospedagem de quem os acolher.

Se houver rejeição ao anúncio, batam a poeira das sandálias; que nada de terreno e culposo se apegue aos pregadores da Boa Notícia.

Os Doze partiram e “pregavam para que mudassem de vida... expulsavam o demônio e ungiam os doentes e os curavam”. Hoje, nós continuamos a Missão: anunciando, curando os corações feridos, construindo novas relações e arrancando do nosso meio o mal que se enraíza nos corações e se manifestam nas obras, restaurando a força e a beleza da vida.

Rezemos: Eis me aqui, Senhor! Quero exercer a Missão numa comunidade missionária e acolhedora.  

Deus abençoe você e sua família.

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe seu novo dia que começa. Que do nascer ao pôr do sol você possa sentir o amor e a presença de Deus na sua vida!
Que o amor e misericórdia do Senhor sustentem todos os seus passos na paz, na harmonia, na alegria. Que você colha muitos e bons frutos!!!

“Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio.” (2 Timóteo 1:7)

Evangelho do dia:
desculpem o transtorno....tive um problema de edição no vídeo de hoje e por isso não foi ao ar.
Porém, transcrevo o Evangelho para sua leitura espiritual.

Mc 6,7-13

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 7Jesus chamou os doze e começou a enviá-los dois a dois, dando-lhes poder sobre os espíritos impuros. 8Recomendou-lhes que não levassem nada para o caminho, a não ser um cajado; nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura.

9Mandou que andassem de sandálias e que não levassem duas túnicas. 10E Jesus disse ainda: “Quando entrardes numa casa, ficai ali até vossa partida. 11Se em algum lugar não vos receberem, nem quiserem vos escutar, quando sairdes, sacudi a poeira dos pés, como testemunho contra eles!” 12Então os doze partiram e pregaram que todos se convertessem. 13Expulsavam muitos demônios e curavam numerosos doentes, ungindo-os com óleo.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.


Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
PUBLICIDADE
- Totus Tuus -
Voltar para o conteúdo