27 de agosto de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

27 de agosto de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > AGOSTO

2ª-feira da 21ª Semana do Tempo Comum
27 de Agosto de 2018
Cor: Branco


1ª Leitura - 2Ts 1,1-5.11b-12

O nome de nosso Senhor Jesus Cristo
será glorificado em vós, e vós nele.

Início da Segunda Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 1,1-5.11b-12
1 Paulo, Silvano e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses reunida em Deus nosso Pai  e no Senhor Jesus Cristo:
2 a vós, graça e paz da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo.
3 Devemos agradecer sempre por vós, irmãos, com toda justiça, porque progredis sempre mais na fé e porque aumenta a caridade que tendes uns para com os outros.
4 Assim, nos gloriamos nas igrejas de Deus por causa da vossa perseverança e da vossa fé em todas as perseguições e sofrimentos que suportais.
5 Estes constituem um sinal do justo juízo de Deus, pois servem para serdes julgados dignos do reino de Deus, pelo qual também estais sofrendo.
11b Que o nosso Deus vos faça dignos da sua vocação. Que ele, por seu poder, realize todo o bem que desejais e torne ativa a vossa fé.
12 Assim o nome de nosso Senhor Jesus Cristo será glorificado em vós, e vós nele, em virtude da graça do nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 95,1-2a. 2b-3. 4-5 (R. 3)

R. Anunciai as maravilhas do Senhor entre todas as nações!

1Cantai ao Senhor Deus um canto novo, +
cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! *
2aCantai e bendizei seu santo nome!R.

2bDia após dia anunciai sua salvação, +
3manifestai a sua glória entre as nações, *
e entre os povos do universo seus prodígios!R.

4pois Deus é grande e muito digno de louvor,+
é mais terrível e maior que os outros deuses,*
5porque um nada são os deuses dos pagãos.
Foi o Senhor e nosso Deus quem fez os céus.R.


Evangelho - Mt 23,13-22

Ai de vós, guias cegos!

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 23,13-22
Naquele tempo, disse Jesus:
13 Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós fechais o Reino dos Céus aos homens. Vós porém não entrais, nem deixais entrar aqueles que o desejam.
15 Aí de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós percorreis o mar e a terra para converter alguém, e quando o conseguis, o tornais merecedor do inferno, duas vezes pior do que vós.
16 Ai de vós, guias cegos! Vós dizeis: 'Se alguém jura pelo Templo, não vale; mas, se alguém jura pelo ouro do Templo, então vale!'
17 Insensatos e cegos! O que vale mais: o ouro ou o Templo que santifica o ouro?
18 Vós dizeis também: 'Se alguém jura pelo altar, não vale; mas, se alguém jura pela oferta que está sobre o altar, então vale!'
19 Cegos! O que vale mais: a oferta, ou o altar que santifica a oferta?
20 Com efeito, quem jura pelo altar, jura por ele e por tudo o que está sobre ele.
21 E quem jura pelo Templo, jura por ele e por Deus que habita no Templo.
22 E quem jura pelo céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que nele está sentado.
Palavra da Salvação.





REFLEXÃO


“Anunciai as maravilhas do Senhor entre todas as nações!”

Mt 23, 13-22

Jesus nunca tolerou a hipocrisia, e bate de frente com os religiosos de sua época que agiam dessa forma. O hipócrita é alguém que se reveste de uma máscara e vive a partir dela.

Geralmente, gastam muita energia tentando ser o que não são em sua essência. Fingem uma personalidade que nunca tiveram. Jesus não gosta disso, prefere a sinceridade.

E quando a hipocrisia vem dos religiosos, ela assume um peso maior, isto é, a contradição se torna ainda mais chocante. O hipócrita sempre esse esconde atrás de alguma coisa.

Por isso, Jesus faz uma crítica dura e reprova o comportamento dos doutores da Lei e dos fariseus. São guias cegos, “veem sem ver” e se consideram aptos para orientar e exercer a liderança, Acabam impedindo a entrada de muitos no Reino de Deus, desencadeando violentas perseguições entre a comunidade. Estabelecem pesadas exigências sobre os pormenores da Lei, acabam confundindo a cabeça do povo simples, desviando-o da autentica vontade de Deus.

São guias cegos! Indignos de confiança. O “ai de vós” indica severa reprovação desse modo de proceder e uma advertência às comunidades cristãs de todos os tempos, inclusive as nossas, que tantas vezes mais rejeitam do que acolhem.

Rezemos: Senhor, afasta de nós a hipocrisia, não queremos usar máscaras, mas revelar a grandeza do amor com o qual somos amados e manifestemos a compreensão, a alegria e a misericórdia.

Hoje celebramos Santa Monica, que rezou 40 anos pela conversão de seu filho, Santo Agostinho. Rezemos por todas as mães que sofrem pelos seus filhos. E lembremos também de rezar pela nossa Paroquia Nossa Senhora das Dores, que celebra seus 82 anos de sua criação.

Deus abençoe você e sua família.

Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO


"Hipócritas" vem do verbo grego que significa replicar. O substantivo era usado para indicar "aquele que replica"; e, em seu desenvolvimento, essa palavra terminou assumindo o sentido de "ator", partindo da ideia de que os atores replicam uns aos outros. Finalmente, o termo passou a significar "ator" em coisas sérias, até adquirir o moderno sentido - "hipócrita". Essa palavra é usada por vinte vezes no NT (todas nos evangelhos sinópticos), e sempre com mau sentido. Lucas usou a forma verbal uma vez (Lc 20,20), com o sentido de fingir. As autoridades profanavam a prática religiosa, transformando-a em peça de teatro, chegando ao cúmulo de atraírem as multidões para que aplaudissem o espetáculo. A recompensa daqueles homens era o aplauso do auditório.
PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
RSS FEED
Voltar para o conteúdo